Seja Bem Vind@, Alta Floresta -

Procurando algo, pesquise aqui:

Seduc lança Jornada Alfabeletrar

segunda-feira, 9 de abril de 2012


A Secretaria de Estado Educação (Seduc) promoverá a partir de maio deste ano uma série de atividades formativas com profissionais da Educação de todos os 141 municípios visando colocar em prática o programa estadual “Alfabeletrar: Jornada de Mato Grosso”. A Jornada visa intensificar a alfabetização de todas as crianças do Estado até os oito anos de idade e combater o analfabetismo entre jovens e adultos.
Coordenado pela Secretaria Adjunta de Políticas Educacionais e com participação das Superintendências da Seduc, o programa visa intensificar o trabalho pedagógico com formação de professores para que possam melhorar a tarefa de alfabetização e letramento das 38 mil crianças que cursam o 1º ciclo (06 a 08 anos) de Formação Humana, nas Escolas Estaduais. “A meta da Secretaria e o compromisso do Governo do Estado é de que todas as crianças de Mato Grosso ingressem no 2º ciclo (09 a 11 anos) sabendo ler e escrever”, destacou a superintendente de Formação, Ema Marta Dunck Cintra.

Mato Grosso ainda possui 180.059 alunos que cursam entre o 1º e o 5º ano (06 a 11 anos) em Escolas municipais. De acordo com Ema, a Seduc apoiará o esforço de alfabetização das crianças até os 08 anos nessas redes por meio dessas atividades formativas que também abrangerão profissionais das Secretarias Municipais de Educação. “A perspectiva é realizamos em maio uma grande formação em Cuiabá com todos os professores articuladores das 394 Escolas Estaduais que possuem o 1º ciclo. Esse evento também contará com a participação de dois representantes de cada prefeitura”, contou.
De acordo com a coordenadora na Seduc, dos Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapros), Josimar Miranda Ferreira, após o evento na capital, articuladores, profissionais dos Cefapros e das Secretarias municipais, e a equipe da Seduc reproduzirão a mesma formação com todos os professores regentes (que atuam em sala de aula) das escolas do Estado que ofertam o 1º ciclo, e das unidades municipais dos anos iniciais. “A idéia é ofertar aos educadores que estão no dia-a-dia do trabalho de ensinar, subsídios pedagógicos para aprimorar suas metodologias de ensino. Melhorar o ensino é fundamental para que todas as crianças com até oito anos sejam alfabetizadas”, disse.
PBA
Em relação ao combate ao analfabetismo no Estado, a Seduc irá aprimorar o processo de formação dos alfabetizadores e coordenadores de turmas, que trabalham com o Programa Brasil Alfabetizado (PBA), além dos professores que trabalham com o 1º segmento (antiga 1ª a 4ª série) da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ao todo 1.440 desses profissionais voluntários e educadores da EJA participarão de formações divididas em seis municípios pólos. Cada grupo de 30 pessoas participará de um curso de 40 horas. “A meta é melhorar o processo de alfabetização daqueles que não tiveram a oportunidade de aprender ler e escrever quando eram crianças e aprimorar a aprendizagem dos que não puderam concluir os estudos na Escola regular”, disse a coordenadora da EJA, Maria Luzenira Bras.
Para 2012, o PBA já possui 12 mil alfabetizandos cadastrados para freqüentarem aulas em turmas compostas por 15 pessoas na zona urbana e 07 na zona rural. O período de duração do curso é de oito meses. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) de 2010, Mato Grosso possui cerca de 230 mil analfabetos. Desde 2003, quando o PBA foi criado o Estado já alfabetizou mais de 80 mil pessoas.
Segundo Maria Luzenira o total de analfabetos “ainda continua alto, em função da migração de outras regiões e o fato da maior parte desse público morar na zona rural, o que dificulta o contato por parte do programa”, disse. A coordenadora afirma que por meio da Jornada abre-se a possibilidade de aumentar o diálogo entre Estado e municípios na busca pela redução mais rápida do analfabetismo. “O PBA é um programa federal executado pela Seduc, mas que carece de maior participação das prefeituras. Nossa meta é intensificar o diálogo e a colaboração com os municípios e a jornada será um campo fértil para isso” disse.
Investimento
Além da formação de professores, a Jornada prevê aquisição e distribuição de materiais didáticos e livros para as Escolas. Ao todo a Seduc irá investir R$ 535 mil na aquisição de exemplares de obras literárias destinados aos alunos do 1º Ciclo. De acordo com o coordenador do Ensino Fundamental na Secretaria, Daltron Ricaldes a verba já está assegurada, pois são recursos próprios. “Estamos apenas aguardando o processo licitatório para podermos adquirir os livros e fazer o envio as unidades de ensino”, disse.
Outros R$ 7 milhões oriundos do governo federal serão aplicados este ano na aquisição de materiais lúdicos e pedagógicos que auxiliam no processo de ensino-aprendizagem. “São itens como alfabeto ilustrado, jogos educativos, entre outros, que serão distribuídos para todas as Escolas de Ensino Fundamental, mas que auxiliará a jornada dentro do processo de melhoria da dinâmica pedagógica”, finalizou.
VOLNEY ALBANO
Assessoria/Seduc-MT

Nenhum comentário:

Comente você também sobre este assunto.