Seja Bem Vind@, Alta Floresta -

Procurando algo, pesquise aqui:

Currículo e conhecimento pedagógico ofertado aos estudantes é discutido pela Seduc

quarta-feira, 20 de junho de 2012

A criação de mecanismos de organização dos conteúdos curriculares e do conhecimento pedagógico que é ofertado nas 737 Escolas Estaduais de Mato Grosso está em estudo por cerca de 60 servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O grupo está reunido desde segunda-feira (18.06) no Hotel Mato Grosso Palace, em Cuiabá, onde participam de formação com o mestre em Currículos e diretor pedagógico do Rio Grande do Sul, Silvio Rocha.
De acordo com a superintendente de Formação da Seduc, Ema Marta Dunck Cintra, os profissionais da Secretaria terão a missão de repassar os conhecimentos, adquiridos na atividade, aos 400 profissionais da Educação que atuam nos Centros de Formação e Atualização de Professores (Cefapros) que se reunirão na capital, entre os dias 09 e 13 de julho. Em seguida esses repassarão os conhecimentos adquiridos para os educadores das unidades de ensino.
No encontro atual, Silvio Rocha trabalhará com os educadores até a quarta-feira (20.06) e na quinta e sexta-feira (21 e 22.06), eles em conjunto com a Superintendência de Formação irão preparar o Encontro com os servidores dos Cefapros. Conforme a coordenadora de Formação e Avaliação dos Centros, Josemar Miranda Ferreira, a atual semana de atividades é o início de um processe de formação dos profissionais da educação do Estado com o intuito de colocar em prática nas Escolas, as orientações curriculares lançadas este ano.
“Com o lançamento das orientações, a Seduc estabeleceu uma série de concepções educacionais que devem ser implementadas pelas Escolas. Essas concepções precisam ser inseridas nos currículos das unidades de ensino. Para isso precisamos criar mecanismos que auxiliem nessa tarefa. Essas formações visam o estabelecimento dessas ferramentas”, disse.
Complexos Temáticos
O principal alvo de estudos dos educadores são os Complexos Temáticos, que segundo Silvio Rocha trata-se de um sistema de organização dos programas escolares. “Nesses três dias de estudos estamos demonstrando aos profissionais da Seduc como se monta um complexo temático. Além da parte teórica eles estão realizando atividades em grupo na montagem de currículos organizados, interdisciplinares e integrados”, disse.
Para se montar o complexo temático, as Escolas precisam levar em consideração os conhecimentos acumulados pelos alunos e pela comunidade. “Nesse sentido, os professores e a direção da escola devem pensar, em conjunto, a escolha dos conteúdos que atendam as necessidades formativas de cada aluno. Esses conteúdos precisam conter as concepções estabelecidas nas orientações curriculares do Estado e do país. A partir daí devem traçar as formas de execução, ou seja, de repassá-lo aos alunos em sala de aula. Isso quer dizer que, a escolha do conteúdo, a elaboração do plano de trabalho e a execução significa um complexo temático”, explicou.
Para a assessora técnica da Coordenadoria de Ensino Fundamental da Seduc, Luciane de Almeida Gomes, o aprendizado desse mecanismo vai facilitar o trabalho das Escolas na organização dos currículos. “Para se construir os curriculos cada escola terá que conhecer a realidade de seus alunos, e para se fazer isso há necessidade de trabalho conjunto que envolva toda a comunidade. Com o conhecimento da realidade e seguindo o que é proposto poderão escolher os melhores conteúdos e organizá-los de maneira integrada de modo que atenda as necessidades dos estudantes de forma mais efetiva”, finalizou.
VOLNEY ALBANOAssessoria/Sedic-MT

Nenhum comentário:

Comente você também sobre este assunto.